Home Consumo Consciente De Onde Vem A Quinoa E Por que Se Preocupar Com Isso?

De Onde Vem A Quinoa E Por que Se Preocupar Com Isso?

Escrito por Ludmila Alves 14 de março de 2018
De Onde Vem A Quinoa E Por que Se Preocupar Com Isso?

Há um tempo, li sobre o impacto de consumir produtos que vem de longe. Citando vários super alimentos que eram tendência, o texto questionava se aquilo era realmente saudável e viável.

Será que isso quer dizer que mirtilos, goji-berry, kale, avelã e até a quinoa podem ser vilões?

Os alimentos não são os malvados da história, porém nós, consumidores, podemos contribuir para uma série de eventos não tão saudáveis assim. E a quinoa é um grande exemplo nesse caso.

Vamos descomplicar? A seguir, explico o caminho da quinoa até nós, tudo o que ela causa e como somos responsáveis por isso.

De onde vem a Quinoa?

A quinoa é originária da América Central e de parte da América do Sul, sendo que o ápice do seu cultivo foi e ainda é nos países andinos. Para se ter noção, hoje Peru e Bolívia são responsáveis pela produção de 80% da quinoa consumida no mundo.

Gerando uma renda incrível para esses países desde 2006, quando o preço da pseudo-semente (info para agradar os agrônomos 🌾🧐) triplicou, a quinoa também é responsável pelo aumento dos empregos na zona rural dos países andinos e até pela volta ao campo de agricultores que tinha ido para a cidade.

Produção da quinoa em 2014*

Peru: 114.343 toneladas gerando um faturamento de 143,3 milhões de dólares

Bolívia: 77.354 toneladas

(*) Dados mais recentes encontrados. Fonte: El País.

O preço do boom da quinoa

Por que o alto consumo da quinoa deve nos preocupar enquanto consumidores conscientes?

Sem glúten, rica em aminoácidos (proteica), cálcio, manganês, vitaminas B e E e contendo mais ferro e fibras do que o arroz, a quinoa virou queridinha das blogueiras fitness e dos nutricionistas. Brincadeira à parte, essa gramínea conquistou todos, inclusive a ONU, que declarou 2013 como o ano da quinoa por ela ser o alimento que pode ajudar a combater a fome no mundo.

Leia também É caro ser vegano ou vegetariano? 12 verdades que você deve saber

O resultado disso? Milhares de toneladas do super alimento saindo do Peru e da Bolívia para ir alimentar pessoas em outros países que aceitaram pagar caro pelos benefícios.

Os preços subiram e a quinoa ficou bem cara até para os locais dos países onde ela é cultivada, que tiveram de reduzir seu consumo. 😥 Além disso, gerou disputas por terras na Bolívia e contribui para o empobrecimento dos solos nas regiões de cultivo, já que por causa da demanda, os agricultores não deixam a terra descansar.

Isso é preocupante sim porque afeta a população local do Peru e da Bolívia, que deveria ser beneficiada pelo popularização do produto, além de também poder se alimentar dele, visto que é tão nutritivo.

quinoa-vermelha

Infelizmente, como todo produto agrícola, a quinoa não enriquece o produtor: gera a ele cerca US$ 1,60 pelo quilo, enquanto é comercializada como produto nobre por US$ 30.

Por fim, precisamos nos lembrar do impacto ambiental. Primeiro, há a questão da queima de combustível,  necessário para transportar a quinoa para outros países, logística que também deixa grãos pelo caminho. Depois, há o lixo gerado pelas embalagens, já que as marcas que comercializam esse alimento usam embalagens que são, em sua maioria, de plástico.

E o que fazer com essa informação?

Depois que a gente passa a saber de algo, não dá mais para ignorar. Daí fui atrás de soluções e percebi que a melhor delas seria consumir a quinoa com moderação, algo que já faço, afinal ela não tem os melhores preços.

Outra atitude que adotei é a de lembrar às pessoas que o combinado arroz + feijão tem os benefícios que a quinoa traz, dos aminoácidos, ao ferro e às vitaminas do complexo B. A quinoa ganhou status gourmet, enquanto o arroz + feijão ficou injustiçado. Então, que sejamos nós a fazer justiça!

quinoa

Também passei a comprar quinoa brasileira na loja de produtos à granel, bem mais barata e que contribui com a economia do nosso país.

Pode parecer pouco, mas é o que está ao nosso alcance!

Leia também Consumo consciente: o que é e ações simples para por em prática

Quinoa plantada no Brasil?

Sim!

Apesar de ser uma planta andina, a quinoa tem alto poder de adaptação: ela à resistente a diversas temperaturas, climas e altitudes, além de não precisar de muita água.

No Brasil, ela é cultivada em pequena escala em áreas de cerrado em algumas cidades do Paraná e São Paulo.

 

Em paz com a quinoa

Quinoa é bom e você pode consumir. Mas você também pode se alimentar de muitas coisas que crescem próximas a onde está como o arroz, milho, castanhas e tantas outras coisas.

Se temos acesso podemos consumir, mas, em primeiro lugar, temos que ter consciência que “alimentos da moda” são melhores do que os outros. Todo alimento natural é perfeito e a variedade sempre nos fará bem.

É isso!

Essa informação foi útil? Planejo fazer outros “de onde vem” pra falarmos de impacto. Que tal?

Facebook Comments

veja também

O que achou? Deixe seu comentário